cadeado Área Restrita

Publicidade

Responsabilidade Social

Aldeias Infantis SOS Brasil

Aldeias Infantis SOS é uma organização não governamental e sem fins lucrativos que promove ações na defesa e garantia dos direitos de crianças, adolescentes e jovens por meio de uma atuação de desenvolvimento sócio comunitário.

Uma Organização sem fins lucrativos, de promoção ao desenvolvimento social que trabalha desde 1949, na defesa, garantia e promoção dos direitos de crianças, adolescentes e jovens.

O trabalho conta com o apoio financeiro de pessoas físicas que contribuem com um valor mensal, e por parcerias com empresas, que financiam projetos e convênios com o Poder Público. Além do apoio financeiro, a Organização conta com a divulgação de embaixadores internacionais e nacionais.

Local de Atuação:
Estrada da Boiúna, 485 – Taquara – Jacarepaguá - Rio de Janeiro – RJ –(21) 3347-0818 ou 2493-2861 Supervisora: ANA CRISTINA NUNES.

Convênios:
Schwarzkopf Professional e Petrobras, subsidiados principalmente por Amigos SOS, pessoas físicas que doam um pequeno valor mensal. Além disso, temos parcerias com algumas empresas, que doam quantias mensais ou anuais, com abatimento fiscal ou por meio de produtos e serviços.

Conselho Tutelar:
As crianças são encaminhadas pelas autoridades da Infância, os irmãos biológicos não são separados. A Organização detém a guarda provisória e excepcional das crianças adolescentes e jovens a ela confiada. Sempre com a garantia de seus direitos básicos como: alimentação, educação, saúde, lazer e o direito à convivência familiar e comunitária. Não há limite de idade para permanência, cada situação é analisada individualmente. Para os jovens, em processo de emancipação, a Organização oferece apoio, orientação e acompanhamento, por um período específico, até que esteja garantida sua autonomia.

SOS Brasil tem unidades em:
Rio de Janeiro, Sergipe, Brasília, Paraíba, Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Norte, Santa Catarina e São Paulo

Estrutura / Instalações
Apoiamos crianças e famílias, ajudamos a construir seu próprio futuro e participamos no desenvolvimento de suas comunidades. Adolescentes e jovens que se encontram em vulnerabilidade, impulsionando seu desenvolvimento e autonomia em um ambiente familiar e comunitário protetor. Cada criança pertence a uma família e cresce com amor, respeito e segurança. São as convicções e atitudes centrais sobre as quais se constrói nossa organização, e constituem a pedra fundamental de nosso êxito. Valores duradouros que norteiam nossas ações, decisões e relações à medida que nos esforçamos para cumpri-los. Coragem, Compromisso, Confiança, Responsabilidade

Pessoas Responsáveis Qualificação:
20 pessoas entre elas: Mãe social, Tia social,Psicólogos, administradores, Pedagoga, Assistente Social, Professores, Médicos, Dentistas, Orientadores Educacionais, etc.

Quantidade de crianças:
São 20 casas individuais que abriga 9 crianças em cada casa, sendo cuidadas pela mãe social e tia social com – idades de 0 a 14 anos meninas e meninos.

O que é uma Mãe Social:
Preferencialmente com ensino médio; com total disponibilidade para o trabalho e que possa morar em um dos Programas de Acolhimento Familiar; apta para esta profissão e para esta forma de vida (pessoas abertas, que aceitem a diversidade cultural, possuam calor humano e criatividade); com disposição para cuidar e educar crianças, adolescentes e jovens, tratá-los com atenção e carinho, na promoção de seu desenvolvimento e pronta para assumir responsabilidades.

Atividades:
Todas as atividades são realizadas fora da instituição casa, ou seja, escola publica, esportes fornecidos pelo SUS, Governos, Prefeituras.

Necessidades:
Alimentação, fraldas, roupas, medicamentos, primeiros-socorros, material de limpeza e higiene, ventiladores, brinquedos etc.

Coleta de doações:
Um carro pequeno.

A organização Aldeias Infantis SOS Brasil atua na promoção, defesa e garantia integral dos direitos das crianças adolescentes e jovens com foco na convivência familiar e comunitária. Isso é feito através da participação em diversas redes, campanhas e com um intenso trabalho de apoio em políticas públicas junto a conselhos municipais, estaduais e federal (CONANDA), com o objetivo de trazer ou evitar mudanças que firam os direitos da criança e do adolescente.

Nosso programa está embasado nos principais documentos de garantia de direitos da criança e do adolescente, fomentando e fiscalizando o cumprimento da Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos das Crianças, de 1989, e do que prevê a legislação brasileira no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) de julho de 1990. Recentemente, o Plano Nacional de Promoção, Proteção e Defesa do Direito de Crianças e Adolescentes à Convivência Familiar e Comunitária (PNCFC), para que todas as crianças, adolescentes e jovens sejam "sujeitos de direitos" em todos os espaços na sociedade.

Publicidade