cadeado Área Restrita

Publicidade

Notícias

Geral - 23/07/2020
Com dificuldades para conseguir crédito bancário, pequenos e médios empresários buscam factorings

Procura por fintechs de antecipação de recebíveis cresce 70% no primeiro semestre de 2020

Segundo o Banco Central, a busca por créditos bancários disparou no primeiro semestre de 2020 e chegou ao patamar de 7,6%. Isso se deu por conta de que pequenas e médias empresas estão buscando ajuda financeira para continuarem funcionando.

Para Caio Mastrodomenico, empresário e fundador da Vallus Capital, empresa de fomento mercantil, isso está ocorrendo por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus. "O isolamento social gerou um impacto direto nos comércios, estabelecimentos e empresas menores e, consequentemente, afetou o rendimento mensal desses micro e pequenos empresários que precisaram ir até os bancos pedir créditos para continuarem no mercado", explica Mastrodomenico.

Mesmo com a lei sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro, que estabeleceu o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, ou seja, criação de uma linha de crédito voltada para micro e pequenas empresas, muitos não conseguiram acesso ou tiveram os créditos negados.

Por conta disso, empresas que trabalham com antecipação de recebíveis se tornaram uma opção atrativa no meio a tantas dificuldades e fez com que muitos empresários decidissem ir em busca desse setor para conseguir manter seu capital de giro, dando continuidade nos seus serviços e produções.

Segundo a Associação Brasileira de Fintechs, as startups especializadas em antecipação de recebíveis tiveram um aumento em torno de 70% na procura. A Vallus Capital, fintech desse segmento comprova o aumento, pois o volume de operações foi de 1.300%.

"Recebemos casos de empresários que tiveram o pedido de crédito negado por mais de três instituições financeiras e decidiram nos procurar. Conseguimos condições de pagamento tão boas quanto as que os bancos ofereciam e ajudamos um bom número de estabelecimentos a se manterem vivos durante este período difícil", afirma CEO da Vallus Capital.

Mas, o momento não é complicado apenas para os pequenos e médios, porque o tipo de crédito também tem atendido grandes empresas que precisam sustentar suas cadeias de fornecedores.

Para o empresário, o mercado de fomento é antigo, mas não é conhecido por todos. Atualmente, com o aumento das buscas e nas pesquisas sobre o tipo de negócio, fica claro que as pessoas estão buscando mais alternativas e não ficam mais presas só aos bancos.

"O grande benefício da antecipação de recebíveis, frente a financiamentos e empréstimo, é o custo. Conseguimos rápidas aprovações, um nível alto de assertividade e um atendimento tecnológico que acelera muitos processos, facilitando ainda mais para aqueles que tanto precisam do crédito", finaliza Mastrodomenico.

fonte: https://www.segs.com.br/mais/economia/247926-com-dificuldades-para-conseguir-credito-bancario-pequenos-e-medios-empresarios-buscam-alternativas

 

Publicidade