cadeado Área Restrita

Publicidade

Notícias

Geral - 09/07/2019
Cadastro Positivo começa a valer para cidadãos e empresas

A partir desta terça-feira (09 de julho), todos os cidadãos e empresas brasileiras que fizeram movimentações financeiras nos últimos anos passam a fazer parte do Cadastro Positivo, um banco de dados que vai abrigar todas as transações e o histórico sobre crédito. Sancionada no dia 8 de abril, a lei que criou o novo mecanismo vai estabelecer pontuações para quem mantém as contas em dia, o que deve facilitar a concessão de financiamentos e, consequentemente, reduzir juros.

A partir de agora, o consumidor terá uma nota de crédito de acordo com seu histórico. Se o cliente for bom pagador, pode pleitear taxas de juros mais baixas, e as empresas – principalmente as micro e pequenas, poderão conceder essa redução por terem acesso à sua pontuação. A expectativa do governo é de que cerca de130 milhões de pessoas entrem no Cadastro Positivo.

A disponibilização dos dados é feita mediante a autorização do cidadão. O banco de dados já existe desde 2011 e o serviço é prestado por empresas especializadas (bureaus de crédito), que avaliam o risco de crédito empresarial e de pessoas físicas, baseadas em históricos financeiro e comercial. Atualmente, esse banco reúne informações de aproximadamente seis milhões de pessoas.

O potencial de contribuição do cadastro para a expansão do mercado de crédito já foi comprovado em alguns países onde foi implantado, como Bélgica, Estados Unidos, México e Reino Unido. A tendência é que o Brasil também experimente essa expansão, com benefícios para a economia e a sociedade.

(...)

Números

Pesquisa do Sebrae mostra que mais de 80% dos pequenos negócios não recorrem a empréstimos bancários e 47% afirmam que a redução nas taxas de juros seria a melhor solução para facilitar a aquisição de financiamentos. Entre os que já buscaram as instituições financeiras, 19% tiveram o pedido de empréstimo negado.

“A expectativa do Sebrae é que o Cadastro Positivo seja realmente uma ferramenta de acesso ao crédito, tendo como benefício juros mais baixos e a oportunidade de fortalecer a micro e pequena empresa para que ela possa gerar ainda mais emprego e renda para o brasileiro”, sinaliza o diretor superintendente da instituição no Maranhão, Albertino Leal.

O presidente do Sebrae Nacional, Carlos Melles, aponta o Cadastro Positivo como mais um instrumento para a democratização do crédito, juntamente com a Empresa Simples de Crédito, que já se tornou realidade no Brasil. “Trata-se de mais uma importante sinalização deste governo em prol da recuperação da economia do país”, ressalta o presidente do Sebrae, Carlos Melles.

fonte: Jornal O Imparcial - 
leia a matéria integral em: https://oimparcial.com.br/negocios/2019/07/cadastro-positivo-comeca-a-valer-para-cidadaos-e-empresas/
Lei Complementar n.º 166 de 8/04/2019 - ou copie e cole: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/lcp/Lcp166.htm

 

Publicidade